Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escadas Rolantes

Na minha terra costuma dizer-se: Quando a merda chega à ventoinha, ficam todos cagádos!

Escadas Rolantes

Na minha terra costuma dizer-se: Quando a merda chega à ventoinha, ficam todos cagádos!

19
Dez16

Obrigado

escadas

Esta é a altura do ano em que é costume desejarem-se Boas festas.

Há quem deseje apenas festas boas, mas…sigamos em frente.

Confesso que fiquei bastante hesitante, ainda estou, sobre esta natalícia tradição. A hipocrisia com que se “pintou” esta época do ano, faz-me pensar seriamente na direção em que caminhamos.

Trocaram-se os afetos por telemóveis, com ou mais menos megapixéis, mas todos com banda larga para se poderem partilhar as fotos das mesas fartas e recheadas de produtos que na sua maioria irão parar ao lixo devido ao excesso de consumo e para se enviar SMS aos demais conhecidos a informar que já contribuiu para a campanha de solidariedade X.

Aproveita-se a época para se fazerem campanhas de angariação de fundos.

Os benefiicados (além do IVA claro) são instituições de solidariedade social, as quais em regra só recebem estas “fantásticas” oferendas, neste mês de dezembro, pois durante o resto ado ano, toda a gente se esquece que existem, aliás, gostaria de deixar aqui um apelo aos responsáveis por essas instituições: FECHEM AS PORTAS ENTRE JANEIRO E NOVEMBRO! Abram apenas durante o mês de dezembro e assim justificam a BULA (a taxa Camarae) que muitos de nós pagam por estes dias. Dito por outras palavras; compram-se indulgências a avulso, para ficarmos prosaicamente descansados o resto do ano. Troca-se o silêncio vergonhoso do nosso egoísmo por uma ida à Worten e dois cobertores vermelhos para ajudar os velhinhos!

Posso estar enganado, mas isto não é Natal, este não é o MEU NATAL.

Tal como Ary dos Santos escreveu

“Natal é em Dezembro

Mas em Maio pode ser

Natal é em Setembro

É quando um homem quiser”

Pois…está visto que o Homem não quer, ou então tem uma vontade muito pequenina, mais na razão inversa do seu egocentrismo!

Não era isto que eu queria.

 

O que eu quero é mesmo desejar a todos, a todos sem excepção, um Santo e feliz Natal.

Acho que não tenho inimigos, apenas alguns ditos amigos, que o tempo se encarregou de me mostrar que “esses”, de amigos apenas têm o seu próprio umbigo e nada mais, mas até esses eu desejo UM SANTO E FELIZ NATAL!

O meu mantra para este ano foi muito simples; tentar dar a outra face. Perdoar a quem não o merecia, desculpar a quem do meu ponto de vista esteve menos bem.

Confesso que não consegui!

Tentei bastantes vezes, mas confesso que a vontade de os mandar a todos bardamerda continua a ser maior que a vontade de os receber de novo de braços abertos.

Não sou de ressentimentos, mas também não sou nenhum santo, por isso mesmo decidi que o meu objectivo em 2017 será o de continuar nesta demanda.

Aos outros, a todos aqueles que continuam a fazer parte desta minha caminhada, o meu obrigado.

Obrigado por não terem desistido

Obrigado por não esperarem por dezembro para ajudarem os outros

Obrigado por continuarem a dar significado à palavra solidariedade

Obrigado por se manterem justos

Obrigado por concretizarem o sentido do Natal todos os dias

Obrigado

UM SANTO E FELIZ NATAL PARA TODOS

044-menino_prodigio.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

google+

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D