Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



OS DIAS DA TELEFONIA

por escadas, em 13.02.14

 

 

 

Que memórias é que eu guardo da radio?

As primeiras talvez sejam do tempo em que a rádio ainda se chamava telefonia!

Quando ia para a cama com o pequeno “transístor” vermelho do meu pai debaixo da almofada, para ouvir o relato do jogo de hóquei em patins da selecção nacional.

Ou quando íamos para o Algarve a parávamos a  meio caminho para a minha Mãe ouvir a radionovela “Simplesmente Maria”

Ou a chegada da etapa da Volta a Portugal em Bicicleta e vibrar com mais uma vitória de Joaquim Agostinho

 

A rádio começou a fazer parte da minha vida desde muito cedo. Ainda recordo o dia, a hora, o minuto exacto em que decidi fazer dela, a minha vida.

Foi numa noite quente de Verão. Estava no Alentejo e naquela noite decidimos ir até à Amareleja, havia festa! Fomos cinco num carro e às tantas demos por nós a discutir sobre o futuro. A minha vida profissional na altura era bem diferente (passada entre Cabarets e Casinos) e para os restantes elementos do grupo, era obvio que a minha vida estava decidida. Para mim não. Cigarro após cigarro, cada um ia elencando aquilo que gostaria de fazer no futuro, quase que um “O que eu quero ser quando for grande…” o rádio do carro estava sintonizado na Antena1 e aquela hora passava um programada chamado “Separata Especial de Sábado” apresentado por Hermenegildo Gomes, apenas um dos melhores profissionais de rádio que conheci.

Ao ouvir aquela voz, não tive duvida nenhuma e quando chegou a minha vez, disse com ar de que tinha a certeza do que iria acontecer: “Eu quero fazer o que este gajo faz – eu quero fazer isto, eu quero ser assim!

Foi assim que tudo começou. Pelo meio, experiencias que dão para alimentar uma vida inteira.

Desde as prostitutas que conheci nas leitarias do Cais do Sodré, quando subia à noite a Rua do Alecrim a caminho da Radio Renascença, onde durante 3 meses estagiei na “Estação de Serviço”

Ou o dia em que Jaime Fernandes me fez chorar de alegria… estávamos no Hotel Estoril Sol e eu tinha ido buscar o Rod Stewart à suite (estava atrasado…)

Ou ainda, a minha noite mais longa, quando decidi aterrar um OVNI às 5 da manhã no alto do Parque Eduardo VII…a reportagem que fiz na Avenida Liberdade sob a batuta do grande Paulo Fernando, a emissão de Natal na Antena1, as idas a S. Marçal com a Silvia para gravar o “Top Disco e Daquilo”, o primeiro concerto que gravei dos Xutos no pavilhão dos Belenenses (cuja cassete pirata apareceu à venda na feira do relógio), o primeiro dia na TSF (ou talvez o dia em que o Sena e o Rangel me telefonaram a convidar), e… claro a noite em que a silenciaram, era véspera de Natal!

Foi na rádio que fiz a minha segunda família, a mais numerosa, também a mais conflituosa… Muitos já desapareceram, não os menciono, porque no meu intimo, eles continuam aqui mesmo ao meu lado, a carregarem no botão!

Dos outros…os que se calhar estão a ler estas linhas, vai o meu reconhecimento e gratidão, por me terem ajudado a chegar até aqui e sobretudo por continuarem a partilhar o segredo desta magia.

Obrigado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:01


2 comentários

De Não tenho SAPO no blogue a 19.02.2014 às 15:35



O "dia em que silenciaram" a... TSF??!


Não quererá antes dizer a... XFM?

De escadas a 27.03.2014 às 16:48

Meu caro.
O que eu queria mesmo dizer, está escrito. Fui fundador da TSF.Nunca trabalhei na XFM e como tal não posso opinar sobre uma realidade que desconheço.
A TSF foi silenciada pelo poder político, a XFM pelo poder económico. Como deve imaginar são realidades completamente diferentes. Só poderei pronunciar-me sobre a primeira.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728

google+


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens



Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D