Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O NACIONAL TAXISMO

por escadas, em 28.09.16

0001dge9.jpg

 

O maior problema da cidade de Lisboa, é sem sombra de dúvida, o trânsito.

Não sei se por inépcia ou se por vontade política, o transito nos últimos anos tem-se vindo a agravar.

Não se diga que a culpa é das obras. As obras são sempre necessárias e uma cidade sem obras é uma cidade morta.

A culpa é tão somente de quem governa, autarquia (e) ou poder central, da falta de gestão. Dois exemplos;

 

1 – estacionamento em segunda e terceira fila.

Não se percebe. Ninguém consegue compreender que se possa estacionar impunemente em segunda e por vezes em terceira fila, em qualquer rua da cidade de Lisboa. Almirante Reis, Morais Soares, Guerra Junqueiro, Av. De Roma, como dizem os americanos “You name it”, é só escolher…é à vontade do freguês, vale tudo sem que algum agente da autoridade (para quem não sabe, são aqueles senhores de bigode e barriga de fora) se incomode com a situação. Aqui os incomodados são aqueles que precisam de circular no alcatrão e não conseguem, os transportes públicos por exemplo, que ao terem o seu lugar de paragem ocupado, têm de o fazer em segunda fila, interrompendo a normal circulação.

 

2 – cargas e descargas Alguém sabe as horas legais para carga e descarga de mercadorias? Claro que não e se está regulamentado, ninguém as cumpre e se ninguém as cumpre, acham que alguém se importa com isso?

Hoje de manhã, a meio de uma discussão com um policia, perguntei se conhecia alguma capital europeia onde isto acontecia, e até lhe dei o exemplo de Londres. Resposta do jovem agente da autoridade: “sabe que se assim fosse as pessoas teriam que trabalhar só de noite não sabe?”. Ainda argumentei com a profissão de padeiro, mas desisti. Percebi rapidamente que apesar de jovem, a cabeça daquele agente da autoridade estava convenientemente formatada e que jamais evoluiria. As cargas e descargas são um verdadeiro cancro na cidade e contribuem verdadeiramente para o caos que se vive na capital. É uma anarquia completa e não parece haver por parte da autarquia qualquer tipo de vontade politica para resolver este problema. Neste como em muitos outros casos, parece que o ideal é varrer o problema para debaixo do tapete, mas a questão é que o problema nunca se resolverá, antes pelo contrario.

Nesta cidade, pode-se estacionar em segunda e em terceira fila, fazer qualquer tipo de descarga a qualquer hora do dia. A prioridade é dada a este tipo de actividade. Se quem vier atrás tiver que parar…que pare! Este tipo de atitude representa acima de tudo uma grande falta de respeito pelos outros, é como se alguém se sentisse com mais direitos que os outros tipo, português de primeira e português de segunda. Mas esta falta de civismo não é apenas de quem conduz, é sobretudo de quem gere o dia a dia desta cidade, da autarquia.

cidade_estacionamento.jpg

 

 

Fazer obras não é apenas fazer buracos.

Alterar a fisionomia de uma cidade, torna-la mais bonita, mais amiga das pessoas, às vezes é bem mais fácil do que parece e muito mais económico, basta querer!

 

E finalmente o taxismo!

Estão a ver aquele individuo, tuga dos sete costados, que andou a vida toda a poupar uns trocos para montar a sua própria Casa de Pasto? Pois bem, é esse mesmo que agora não admite que um outro português, tão tuga como ele, tenha resolvido investir as poupanças de toda uma vida…num atelier de bifanas, meia dúzia de portas mais abaixo da mesma rua.

Os taxistas, são uma classe corporativista, xenófoba e reacionária. Só neste país é que o responsável de uma classe profissional responde a uma iniciativa governamental com a frase: “isto vai dar porrada” (desconhece-se se depois desta tirada poética, atirou uma bola de cuspo para o chão). Este é o tipo de atitude que numa sociedade democrática como a nossa não pode ser tolerada por ninguém, mas ainda assim parece que sim…Os taxistas foram hoje recebidos pelo presidente da camara municipal de lisboa. Será que Fernando Medina foi dizer aos taxistas que não podem estacionar na Praça Paiva Couceiro em segunda e terceira fila condicionando assim o restante transito? Duvido.

Em cima da mesa está uma greve marcada para dia 10 de outubro.

Este é o tipo de coisa qua a malta agradece, os colaboradores da UBER e Cabify e todos aqueles que diariamente têm que andar pelas ruas de Lisboa, enfrentando com coragem o Nacional Taxismo!

 

carros2.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

google+


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens



Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D